4 de ago de 2011

Empty

Oi crianças =]
Esse é um poeminha que eu fiz em um momento de ócio e postei no meu Tumblr, nesse post aqui. Apreciaria se lessem e disserem o que acharam, ooou desse um reblog XD
Empty
Voz que quer gritar, mas que fica presa ao silêncio; onde está sua razão?
Está na agonia, presa e inexplicável, que procura incessavelmente por uma razão de sua existência, sem sucesso.
Onde está sua vontade? Onde está sua emoção?
Está no choro, que fica preso e sufocado para não justificar-se aos outros, já que não justifica-se a si mesmo!
E por não justificar-se a si mesmo, queria extinguir-se e dar lugar a uma emoção mais certa, como a felicidade; mas só vontade já não era suficiente.
E sem senso de vontade para mudar, perdeu-se em si mesmo, entre os fogos e mistérios de sua mente voraz e mortalmente destrutiva.
E desapareceu.
Fim


P.S: se você gostou do poema e quiser postá-lo em algum lugar, fico lisonjeada. MAS antes disso, fale comigo e quando eu liberar, poste os créditos, ou teremos problemas.

2 comentários:

  1. =

    Como bem sabe, não sou chegado a poemas e poesias, mas as como a sua que demonstram insanidade, descontrole e dualidade são ótimas pra refletir sobre si mesmo.
    E na verdade ta ficando mestra nisso ner ^^
    quando digo que tem talento num acredita ainda... ai ai ... só batendo -_-'

    parabéns !!

    ResponderExcluir
  2. E DIZ QUE NÃO É SUA PRAIA, LINDO.

    ResponderExcluir