30 de set de 2011

Conto - Ab Aeterno


Olá :D
Aqui está um pequeno texto feito por mim, postado no tumblr, nesse post aqui.
Quero a opinião de vocês, ou um reblog, ok? xD

Ab Aeterno*
Qual era a pior das dores, o vazio inesgotável ou a enxurrada de emoções?
O pior era sentir-se cheio demais ou estar imerso em um completo vazio?
Erguia seus olhos para o alto em busca de alguma resposta, e nada!
Suas pálpebras abriam e fechavam com insistência, buscando reter as lágrimas que insistiam em fugir.
E onde ficar?
Para onde fugir?
O que fazer?
Sem respostas, sem ajuda.
Não sabia o que fazer para lidar com as polaridades distintas de agonia que sentia, de qualquer jeito!
Quem iria abrandar a sua dor?
Ser seu guia?
Retirar-lhe da escuridão onde se metera por conta própria?
Ninguém.
Vivia a mais triste das verdades: a solidão.
Solidão de estar em uma multidão, e estar completamente só.
Então isso não iria parar?
Como deveria agir para escapar de seu maior inimigo, seu próprio eu?
E qual das dores que lhe afligiam era pior, a complexidade ou o vazio?
Pobre criança! A resposta é tão fácil.
A pior das dores é aquela que sentes no momento.

Fim


*'Ab aeterno', do latim: desde a eternidade, desde sempre.

P.S: se você gostou do conto e quiser postá-lo em algum lugar, fico lisonjeada. MAS antes disso, fale comigo e quando eu liberar, poste os créditos, ou teremos problemas.

2 comentários:

  1. Excelente! Deverias ser escritora, rs.

    ResponderExcluir
  2. =

    Chorando aqui mew @_@
    lindíssimo, reflete bem a nossa bipolaridade
    jhehehehe.... como se pode ficar extremamente desesperado por duas situações extremamente distintas ner...

    Num acredito que demorei tanto a ler ele Ç_Ç
    mas valeu a espera !! Aguardando por mais ouro filosófico *--*

    ResponderExcluir