2 de fev de 2011

Crônica - Time Of Your Life

Oi gente (:

Essa é uma pequena crônica que eu escrevi ontem. Escrevi em um impulso, então nem tenho certeza se está muito bom ou não... não esqueçam de comentar ^^
O nome é o mesmo da música do Green Day. Título sugerido pela minha amiguinha linda, a Jennifer *-*
Então, é isso, leiam :D


Time Of Your Life



Às vezes, tudo o que eu mais queria é voltar a ser aquela garotinha de anos atrás.

Algumas pessoas dizem que a infância é o melhor período da vida. E ela de fato é, quando aproveitada da maneira certa. Uma época onde sua maior responsabilidade é arrumar a sua cama, sua maior frustração é não ter aquele brinquedo novo, sua euforia em brincar tem uma felicidade tão genuína e inocente que é notada até pelos adultos a sua volta.

Inocência.

Irrecuperável depois de perdida. Algo que faz uma falta terrível.

Que nos faz desejar tanto ser aquela garotinha de alguns anos atrás!

Pra não ter mais as angústias que atrapalham os dias atuais. Pra não ter mais tantas responsabilidades, tantas preocupações, tantos sentimentos conflitantes, e uma noção tão grande da impotência diante da vida.

Pra não sofrer mais tanto. Pra não sofrer mais sem motivo algum. Pra não sofrer mais com todos os motivos do mundo.

E tudo que eu desejo é ser aquela garotinha de anos atrás.

Mas no fundo, todas as épocas da vida têm seus encantos e seus mistérios, suas marcas únicas e perdidas.

A infância tem sua doçura e inocência incomparáveis; a adolescência tem uma intensidade e impulsividade sem igual, onde a euforia é imensa, e as depressões, profundas. A fase adulta é provavelmente a mais complexa, onde um pouco de cada idade e as características próprias da sua se fundem. A velhice recolhe tudo o que as outras idades viveram, e por isso tem a experiência que nenhuma delas pode oferecer. 


Mas entre todas elas, a infância ainda é a mais invejável.

Porque quando temos idade para aproveitá-la ao máximo, não temos consciência de sua importância. E 
quando percebemos, já a perdemos. Pra sempre.

E nos resta à responsabilidade de crescer. De viver. Estando prontos ou não.

E então, tudo o que você deseja por alguns instantes é ser aquela garotinha de alguns anos atrás.

Para depois pensar que era besteira. Infância não dá status pra ninguém. É só mais uma fase de uma vida que, estando pronta ou não, você tem que viver. Tem que sonhar. Tem que ao menos, tentar.

E com insegurança e um frio na barriga, você vai. Você enfrenta. Você tenta.

Você nunca vai ter a garantia de dar certo ou não. Você vai se decepcionar. Muitas vezes você vai quebrar, 
e terá que recolher sozinha os cacos do chão.

Mas você vai tentar de novo. E é isso que realmente importa.

Não desistir.

Você pode continuar desejando ser aquela garotinha de alguns anos atrás. Ninguém pode te culpar por 
desanimar ou querer dar um tempo.

Você só não pode parar.

Você só não pode deixar de tentar.

Ou você decepcionaria aquela garotinha de alguns anos atrás.

Fim

P.S: se você gostou da crônica e quiser postá-la em algum lugar, fico lisonjeada. MAS antes disso, fale comigo e quando eu liberar, poste os créditos, ou teremos problemas.

7 comentários:

  1. Time of your life <3
    Já falei né Bru, essa daí me deu até arrepios no final *-* É bem o q a maioria pensa mesmo... eu pelo menos penso muito nisso! Me identifiquei bastante! AAH tu sabe q eu amei hihi =)

    ResponderExcluir
  2. Cara, você tá ficando cada vez melhor! @_@
    AMEI. Eu sempre, SEMPRE lembro da minha infância com esse mesmo sentimento, essa mesma saudade. E penso na época atual (seja qual for) com aquele desanimo, a vontade de parar, mesmo sabendo que não posso.
    Adorei. E essa última linha foi linda demais.
    Ah, parabéns pra sua amiguinha linda, porque esse título combinou perfeitamente e eu amo essa música -q
    =D

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto. Eu não sinto muita saudade da minha infância mas sinto muita saudade de ter a idade que você tem agora, ser adolescente nos dias de hoje deve ser muito mágico e é uma coisa que eu queria demais ;-;

    ResponderExcluir
  4. Ótima! Relembrar a infância é sempre bom. Amei *-*

    ResponderExcluir
  5. Lindo o texto, amei! Uma hora ou outra sempre nos sentimos assim.
    Atenção especial a frase "Porque quando temos idade para aproveitá-la ao máximo, não temos consciência de sua importância. E
    quando percebemos, já a perdemos. Pra sempre." Não podia ser mais verdade. O final também está perfeito. Parabéns! :D

    ResponderExcluir
  6. Esqueci de comentar o título.
    Eu amo essa música [2]

    ResponderExcluir
  7. =
    Uow... sempre consegue se superar heim moça,
    realmente admiro sua capacidade de criar textos
    que refletem a loukura de nossos corações; diria que invejo-a mas isso seria exagero.

    Pena, acho que nunca fui essa garotinha
    AHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUHUA brinks

    ResponderExcluir